fbpx
gerenciamento-de-ads-visao-geral

Gerenciamento ADS
Que empresa não deseja impactar mais clientes todos os dias? Entregar a solução certa, ao cliente certo, na hora certa? Um dos principais recursos para se obter sucesso na internet são os links patrocinados. Afinal, eles impactam diretamente no fluxo de orçamentos de um negócio.

Que empresa não deseja impactar mais clientes todos os dias? Entregar a solução certa, ao cliente certo, na hora certa?

Um dos principais recursos para se obter sucesso na internet são os links patrocinados. Afinal, eles impactam quem de fato faz sentido para o negócio.

Por meio do Google Ads, gerar receita através de uma captação de leads assertiva é possível.

Contudo, ainda há muitas dúvidas sobre como essa estratégia ocorre na prática. Sobre quais as boas práticas para fazer “menos com mais”.

Ou seja: como gerar muitos leads sem pagar tanto por eles?

Além do Google Ads que faz o seu site crescer, o ADS também trabalha com o Instagram e Facebook Ads, para que o seu trabalho também seja o sucesso nas redes sociais mais usadas do mundo.

O Google Ads é a plataforma de anúncios do google. Quando alguém realiza uma busca por alguma palavra-chave específica na plataforma, é através do google ads que são exibidos, aos usuários, links patrocinados.

Entender como funciona o Google Ads e quais são as suas vantagens é um diferencial enorme para você que quer atrair mais e novos clientes para o seu site.

Neste artigo iremos falar e explicar o que é, quais benefícios irá te trazer e como usar não só o Google Ads mas também o Instagram Ads e o Facebook Ads.

Boa leitura!

O que é Google Ads?

O Google Ads é a plataforma de anúncios online da Google. Antigamente, era conhecida como Google Adswords, mas agora com a sua abreviação com “ADS”.

Sua proposta é básica e simples que é exibir um anúncio realmente relevante. E, claro, que entregue exatamente aquilo que as pessoas buscam.

E como isso acontece? Simples! Assim que o usurário procurar por uma palavra chave na plataforma que tenha a ver com o seu site ele será mostrado em forma de anúncio.

Sempre que uma pessoa procura ou faz uma busca no Google, ela tem uma intenção por trás, seja para comprar algum produto especifico ou até mesmo entender sobre o produto.

E nesta hora que ela deixa claro o que está procurando.

Além disso, existem vários formatos de anúncios possíveis via Google Ads. Esses anúncios podem ser exibidos em vídeo, aparecer em áreas específicas, banners e entre outros.

Por isso, os sites que são parceiros do Google ganham mais visibilidade e conseguem assim, ficar na primeira página dos mecanismos de busca.

Claro que não é apenas ser parceiro do Google, precisa também ter um bom site!

Esse conjunto grande de parceiros, aliás, fazem parte da Rede de Display. E o Youtube está incluso.

A plataforma de vídeo, o Youtube, é o segundo maior buscador do mundo, ficando atrás apenas do Google. Ai, cresce a importância de colocar as estratégias de marketing para funcionar.

Se você pensa em ampliar sua rede para conquistar novos clientes, foque também em bons vídeos com as palavras-chaves ideias e que interessam. Assim, sua empresa irá conquistar dois meios de canais e ganha assim mais visibilidade.

Tipos de anúncios do Google Ads

Como falado anteriormente, as possibilidades são várias para quem quer anunciar o seu produto através do Google Adwords. E cade a você, usuário, escolher a que melhor de adapte às suas necessidades.

Lembre-se sempre que conhecer sua persona para entender do que mais ela gosta (vídeo, foto, propaganda). O que mais vai chamar atenção?

E esse é o intuito: atrair a persona para dentro da sua empresa.

Vamos falar um pouco sobre as possibilidades que a empresa abre para você conseguir atrair o público.

Rede de Pesquisa

Este tipo de campanha é útil para quem quer ser encontrado através das pesquisas do Google.

O seu objetivo é receber cliques nos anúncios, ou conversões. A “conversão” pode ser definida pelo anunciante, da seguinte forma. Digamos que você deseja que os usuários preencham formulários no seu site.

Por exemplo, para isso você determina que uma conversão será o preenchimento de um formulário. Ou qualquer outra ação que você deseja que os usuários executem dentro do seu site.

Portanto, se as pessoas pesquisam pelos seus serviços no Google, vale a pena investir neste tipo de campanha.

Então, digamos que você possua um restaurante em São Paulo. Você pode criar anúncios que serão exibidos quando as pessoas pesquisarem palavras-chave como:

  • “restaurante”;
  • “almoçar em São Paulo”;
  • “restaurante à la carte”.

Todas as pessoas que estiverem pesquisando a partir da cidade de São Paulo serão impactadas.

O Google sabe de onde as pesquisas estão sendo feitas, baseando-se no endereço de IP. A partir disso, ele mostra os anúncios apenas para elas.

Os resultados de pesquisa do Google Ads são exibidos em um local diferente dos resultados orgânicos de pesquisa do Google.

A classificação de uma página na busca orgânica não influencia a classificação de um link patrocinado, e vice-versa.

Além disso, os anúncios em rede de pesquisa também podem ser estendidos para os parceiros de pesquisa.

Neste tipo de campanha você paga por cada clique recebido nos seus anúncios.

Google Shopping

Para quem possui um e-commerce e quer anunciar o seu catálogo de produtos, o Google Shopping é uma alternativa.

Promover os produtos e trazer tráfego para o site, ter uma maior geração de leads ou atrair pessoas para a loja física são ações possíveis.

Se você deseja anunciar no Google Shopping, precisa enviar os dados de seus produtos para o Google Merchant Center.

Isso se dá utilizando um feed de dados. Usualmente, um arquivo que contenha as informações dos produtos, imagens e também preços e condições.

Isso ajuda o Google a utilizar informações do feed e relacionar com o que as pessoas buscam,

Com essas informações, o Google Adwords poderá criar anúncios de maneira dinâmica. Esses serão exibidos na Rede de Pesquisa e em toda a Rede de Display.

É bem diferente dos anúncios tradicionais do Google Ads. Isso porque as pessoas terão um panorama quase que completo sobre o produto vendido antes de darem um clique.

Foto do produto, título, preço, nome da loja, tudo que é relevante ao usuário é entregue de primeira – e isso ajuda na tomada de decisão de compra do cliente.

Rede Display

São os famosos banners. Esse tipo de campanha não trabalha com anúncios de texto, mas sim com anúncios gráficos.

Os Banners são exibidos apenas para parceiros da Rede Display.

Talvez você já tenha percebido que, logo após pesquisar algum produto no Google, na maioria dos sites que você visita, começam a ser exibidos anúncios de produtos semelhantes aos que você pesquisou.

Estes banners, chamamos de anúncios da Rede de Display.

Entretanto, apesar de ser bastante usada com o objetivo de gerar conversões, os anúncios na Rede de Display nem sempre têm esse intuito.

Este tipo de campanha também é muito usada para branding (divulgação da marca).

Nele, a intenção da campanha é a visualização das peças publicitárias pelo usuário para que conheça a marca.

Neste caso, o objetivo da campanha é apenas a visualização (não o clique). Logo, o custo é calculado através do CPM (Custo Por Mil Impressões).

Impressão nada mais é do que a exibição do banner. Assim você paga o custo a cada mil vezes que o seu anúncio é exibido.

Youtube Ads

O Youtube é o segundo maior buscado de pesquisa do mundo. Ele diariamente é acessado por centenas de milhares de pessoas.

E é procurado por literalmente tudo: dicas, notícias, como fazer, tutorial, entretenimento e muito mais.

Então, por pertencer ao Google, não podemos deixá-lo de fora da Rede de Display do AdWords.

Todos os dias, centenas de milhares de pessoas acessam o YouTube e assistem a mais de seis bilhões de horas em vídeos. São pessoas procurando entretenimento, informações, dicas e soluções para problemas.

Não é à toa que o YouTube se tornou o segundo maior buscador online, perdendo apenas para o próprio Google.

O YouTube pertence ao Google. Por esta razão (e pelo número absurdo de visitas), não ficaria de fora da Rede de Display do AdWords.

Muitas são as possibilidades de criação de anúncios dentro da plataforma de vídeo.

Também é possível definir quando e onde um anúncio – em vídeo, óbvio – será exibido. E também determinar a audiência formada. Isso, claro, com as pessoas que tem o perfil do cliente ideal (ICP) de seus negócios.

Então, esses são alguns dos possíveis anúncios que você pode fazer para que sua marca e empresa fique em alta nos mecanismos de busca do Google.

Mas, lembre-se: não adianta nada ser parceiro do Google, pagar para ter tráfego pago e não ter melhorias em seu site ou na sua rede social.

O Google sabe quem está criando conteúdo e criando novidades para chamar mais a atenção do consumidor.

Se você não estiver fazendo nada disso, mesmo você contribuindo para o Google Ads ele não irá te colocar na primeira página para que o cliente entre mais rápido e conheça seu produto oferecido.

Se Você Gostou Do Artigo Veja Mais Novidades:

Compartilhe Nas Redes Sociais

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Sobre o Blog da Agência Colors

Publicamos conteúdos semanalmente atualizados sobre temas relacionados a criação de sites, novas tecnologias na internet, SEO, Growth Hacking.

Artigos Recentes

EM DESTAQUE NO MÊS | SEO